© 2020. NUTRIDAS. Todos os direitos reservados.
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

5 dicas para reeducação alimentar dá certo

Começar uma dieta vamos combinar que é até fácil, o difícil é conseguir mantê-la por muito tempo.


Há pessoas que acham que para emagrecer é preciso passar fome. Mas, não é bem assim, dá para perder peso comendo o que gosta. É só controlar os excessos.

5 dicas para reeducação alimentar dá certo

Se você quer perder uns quilinhos vai ter que mudar os hábitos alimentares: diminuir o açúcar, o sal, as frituras, os carboidratos refinados e fazer exercícios.


Não tem segredo. Nem fórmula pronta.


E para isso, existe a reeducação alimentar, esqueça todos aqueles velhos conceitos de comida sem graça e sem gosto.


A finalidade da reeducação é comer com prazer. O que faz uma dieta dá certo não é contar as calorias, nem tampouco ficar sem comer, é simplesmente mudar o pensamento em relação à comida.


Mas como conseguir isso? Mudando sua mente, a forma como você pensa.

E aviso logo não será da noite para o dia, é preciso ter paciência, foco e, principalmente, determinação.


Pense em uma estratégia no qual você quer atingir muito, se o seu objetivo é perder peso com saúde, a reeducação é a melhor alternativa. Fuja de dietas malucas, pois elas não duram ao longo prazo.


A seguir confira algumas dicas para a reeducação dá certo:


1- Seja paciente

Muita gente acha que para entrar em forma basta passar fome que os resultados logo vão aparecer. Será mesmo?! Claro que não.


Se fosse assim seria ótimo. Não precisava fazer exercícios, nem cortar alguns alimentos da dieta. Fechava só a boca e pronto.


Mas a realidade é outra. A primeira dica é comece a mudar os hábitos.

Conheça os seus limites, até porque assumir desafios são ótimos, nos estimula a ir em frente, mas vá com calma.


Respeite os seus pontos fracos e fortes.


Lembre-se para emagrecer requer autoconhecimento, portanto, coma de forma equilibrada, sem exageros e com prazer.


Inclua na sua rotina alimentos nutritivos: verduras, legumes, frutas, oleaginosas e aos poucos vá diminuindo os industrializados, os refinados, o açúcar e o sal.


2- Não faça concessões

Antes de você querer mudar o seu corpo, é preciso mudar a forma como você pensa.


Um exemplo clássico, é aquela pessoa que passa a semana toda fazendo dieta, e quando chega o final de semana, exagera e come tudo que vê pela frente: pizza, coxinha, refrigerante, chocolate, entre outras bobagens.


E o resultado de tanto exagero; consciência pesada e uns quilinhos a mais. Por isso, tenha autocontrole, tome as rédeas da sua vida, pois cada escolha há uma renúncia.


Isso não quer dizer para você nunca mais sair com os amigos ou namorado/ namorada para jantar.


Mas não cometa excessos, até porque dá para comer uma fatia de pizza no sábado, porém você não precisa comer ela inteira.


3- Cozinhe a sua própria comida

Quando preparamos a nossa comida, temos o controle e não ficamos refém de excessos de temperos, sal e gordura, quando são os outros que preparam.


Se você não sabe cozinhar, aprenda será incrível. Uma das melhores alternativas para a reeducação alimentar dá certo é preparar o nosso próprio alimento.


Experimente ervas naturais: louro, cebolinha, alho, pimentão, cebola, coentro, manjericão e orégano.


E aos poucos vá retirando o sódio da alimentação, tenha também o hábito de levar marmita e lanches saudáveis para o trabalho ou onde você for.


4- Preste atenção a comida

Para uma reeducação alimentar ser eficiente é preciso dar atenção ao seu corpo.

Por isso, coma devagar, mastigue bem os alimentos.


Diminua o tamanho do prato, consuma com qualidade e não quantidade.

E jamais pule o café da manhã, porque é uma das principais refeições do dia.


Você pode gostar também:

dieta ou exercício físico o que mais ajuda a emagrecer

8 armadilhas que sabotam sua dieta


5- Corte os doces

Parece missão impossível tirar o açúcar da alimentação, mas te confesso que não é.


Se é você que faz a feira da sua casa evite comprar: biscoitos, bolachas, leite condensado, goiabada, chocolate, refrigerantes e sucos em caixinha. Isso vai te ajudar a fugir das tentações.


Priorize as frutas, porque elas são mais saudáveis e nutritivas. Se você for para uma festa de aniversário, não exagere na comida, nem na bebida.


Quem tem crianças em casa precisa se policiar ainda mais, a dica é criar receitas saudáveis com as frutas e conscientizar os pequenos sobre os malefícios do açúcar.


Depois de um tempo, você nem vai mais sentir falta daquele docinho após o almoço, pois o seu cérebro já se adaptou. Experimente, vai valer a pena.


E como perder e manter o peso

Brigar com a balança não é fácil. No começo tudo parece ótimo, você finalmente emagrece, mas logo depois engorda novamente.


Estamos falando do efeito sanfona que atinge milhares de pessoas, principalmente, as mulheres.


Para acabar com esse dilema, é preciso ir além da dieta e dos exercícios físicos.

E tudo começa na mente.


Ter foco para não cair nas tentações do dia a dia, porque são elas que prejudicam os nossos objetivos.


Grande parte das pessoas que começam uma dieta, param no meio do caminho e perdem o estimulo.


Um dos motivos é a pressa para atingir os resultados. Mas precisamos entender que em qualquer projeto que você for fazer demanda organização e tempo.


Então, mantenha a calma e siga firme na sua meta. Outra razão de muita gente abandonar a dieta é a preguiça de cozinhar, prefere comprar comida pronta.


Preguiça de fazer atividade física. Além das desculpas já conhecidas:


  • não tenho tempo;

  • não tenho dinheiro;

  • estou cansada demais.


Enfim, e vamos combinar zona de conforto não nos leva para lugar nenhum.

Ah, também algumas pessoas que acham sacrifício demais comer de forma saudável.


Então preferem desistir quando escutam que precisam evitar: gorduras, frituras e doces. Você acha sacrifício cuidar da própria saúde? Eu não acho, até porque precisamos estar bem para tudo; estudar, trabalhar e produzir.


Ok e quem está com peso em dia pode comer sem culpa? Depende, eu conheço mulheres super magras que estão com as taxas acima do normal.


Portanto, muitas vezes ser magra não significa ser saudável.


Um dos motivos que muitas pessoas sofrem com o efeito sanfona é o mau funcionamento do metabolismo, no qual deixa ele mais lento.


E a partir dos 30 anos o metabolismo vai diminuindo, logo surge a dificuldade de perder e manter o peso.


Mas nada de pânico com uma boa alimentação e exercícios diariamente dá para emagrecer e manter a forma. Além disso, separei algumas dicas que vão te ajudar:


Tenha foco

Todos nós temos sonhos, metas e objetivos. Seja ele a curto ou longo prazo.

Já percebeu que quando queremos muito alguma coisa, investimos todas as nossas forças até conseguir.


E com o nosso corpo também tem que ser assim, não por causa dos padrões da sociedade, mas pela nossa saúde.


Por isso, a primeira coisa a fazer é seja focada e não perca a motivação, pois os resultados só depende unicamente de você.


Não caia nas armadilhas

Quando for fazer compra no supermercado priorize alimentos saudáveis e nutritivos.

Mude os seus hábitos, reeduque o seu paladar.


Procure por especialistas

Fazer dieta por conta própria é uma roubada, muita gente por aí faz de tudo para emagrecer e termina prejudicando a saúde.


Tomam remédios por conta própria, passam fome, malham excessivamente, enfim. Eu já fui vítima disso e posso te dizer que esse não é o melhor caminho.


Por isso, busque por bons profissionais. Um nutricionista por exemplo, vai avaliar o seu peso, suas taxas, sua idade, seus objetivos e as suas metas.


Sem falar que com o acompanhamento você vai ter mais motivação para seguir em frente.


A mesma coisa é com o educador físico eles vão te dá suporte para você não perder o estimulo nos exercícios.


Escolha uma atividade física que você goste

Já falei aqui diversas vezes no blog que a alimentação saudável é muito importante.

Mas a atividade física também é fundamental, porque uma completa a outra.


Pois nada vai adiantar você comer bem, se não pratica exercícios físicos.

Então, escolha algo que você goste.


Pode ser dança, caminhada, ciclismo, corrida, natação, musculação, vôlei, futebol, artes marciais, pilates entre outras. Escolha uma e faça diariamente, sua saúde agradece.

Gostou deste post? Então, compartilha.