Mitos e verdades sobre os exercícios físicos

Há muitas teorias por aí quando se fala em atividade física, e cada um tem uma opinião ou uma dica diferente. E muitas dessas sugestões sem conhecimento do assunto, podem gerar diversas dúvidas.


Só para deixar claro, os exercícios são excelentes e fundamentais para a saúde, mas precisam ser realizados com equilíbrio para não correr o risco de se lesionar.

Mitos e verdades sobre os exercícios físicos

Confira a seguir os mitos e verdades sobre atividade física:


Treinar em jejum emagrece?

Mito. Praticar exercícios com fome deixa a pessoa fraca, sem energia, limitando a performance.


Por isso, nada de malhar em jejum, consuma fontes de carboidratos complexos (mandioca, batata-doce e tapioca).


As proteínas como, frango, ovo e peixe, além das frutas e os sucos naturais também são ótimas opções.


Após os 30 anos o metabolismo diminui?

Verdade. Com ao passar dos anos a tendência do metabolismo é cair sim, principalmente para as mulheres, por questões hormonais e genética.


Porém, nem tudo está perdido, até porque com alimentação equilibrada, atividade física regular e algumas mudanças nos hábitos dar para ter um corpo tonificado, bonito e, sobretudo, saudável.


Praticar musculação pode surgir estrias?

Depende. As estrias só vão surgir se a pessoa usar algumas substâncias que façam a musculatura crescer em pouco tempo, por exemplo, os anabolizantes.


Alongar depois da musculação pode aumentar o risco de lesões?

Verdade. Ao longo prazo pode, isso porque os músculos estão tensionados e forçá-lo com o alongamentos intensos pode lesionar. O ideal é alongar de maneira leve apenas para relaxar.


Treinar pela manhã é melhor?

Mito. Cada pessoa tem o seu ritmo biológico, alguns preferem treinar de dia, outros à noite. O mais importante é se mexer, independente do horário.


Pilates é uma das atividades mais completa que existe?

Verdade. A modalidade trabalha o corpo de forma global. Além disso, o método proporciona: força, resistência, postura, consciência corporal, flexibilidade, tonifica os músculos e ainda ajuda no bem-estar.


E só para você ter uma ideia, a modalidade só cresce, há muita gente que não gosta de academia, prefere algo mais dinâmico e busca o pilates como opção.


Grande parte dessas pessoas que vão atrás da modalidade querem tratar algum tipo de lesão ou até mesmo emagrecer. Mas, será que o método ajuda a perder peso? Bom, essa e outras dúvidas vão ser esclarecidas agora, confira:

Fatos e boatos sobre o pilates

Pilates ajuda a emagrecer?

Depende. Esse não é o objetivo da modalidade, o pilates trabalha o corpo todo de forma global e tem como princípio: melhorar a respiração, a concentração, a flexibilidade e fortalecer a musculatura.


Não é uma atividade indicada para perder peso. Mas a pessoa que prática o pilates começa adotar hábitos saudáveis, como por exemplo, se alimentar melhor, logo, emagrece.


Pilates é só para mulheres magras?

Mito. A modalidade é para todas as pessoas, independente do peso; mulheres, homens, crianças (com mais de 10 anos) grávidas com a permissão do médico, atletas, idosos e obesos.


O pilates inclusive é excelente para pessoas com sobrepeso, pois grande parte delas têm lesões musculares.


Há uma variedade de exercícios, sempre respeitando a individualidade de cada aluno, sem sobrecarga, nem impacto, promovendo uma melhor qualidade de vida.


Pilates é melhor que musculação?

Depende. É preciso analisar qual é o objetivo, os dois ajudam a fortalecer o corpo, mas se você quiser ganhar massa muscular a musculação vai proporcionar bons resultados a curto prazo.


Já se a pessoa que tratar uma lesão, o pilates é mais indicado. O ideal é associar os dois, pois eles se complementam. Na musculação ela vai trabalhar músculos localizados, um dia você vai malhar parte superior e no outro dia vai treinar membros inferiores.


Com o pilates é diferente o aluno trabalha o corpo todo em uma única aula. No pilates utiliza-se molas ou próprio peso do corpo da pessoa. Os exercícios são realizados no solo ou nos aparelhos.


Pilates ajuda a diminuir o estresse?

Verdade. Além de melhorar o físico, ajuda também na saúde mental, pois libera endorfina – um hormônio responsável pela sensação de prazer e bem-estar.


Com isso, não há estresse, nem mau humor que resista. Portanto, se você está procurando uma atividade física para chamar de sua, com aulas dinâmicas e que te traga uma série de benefícios, que tal o pilates?


Busque um estúdio, se informe, faça uma aula experimental, converse com um fisioterapeuta ou um educador físico, tudo vai depender do seu objetivo.


Ah, antes que eu me esqueça, aqui no blog têm vários posts citando sobre a modalidade. Vale a pena dá uma olhada.

E se você gostou deste post, compartilha!

 © 2020. NUTRIDAS. Todos os direitos reservados.
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram