Os prós e os contras do whey protein

O whey protein é um dos suplementos mais consumidos para quem deseja melhorar o desempenho físico e ganhar massa muscular.


Não é à toa que se tornou o queridinho dos praticantes de musculação. Feito com a proteína do soro do leite, ele tem alto valor biológico.


Além disso, contém aminoácidos que não são produzido pelo o organismo. Rico em BCAA – aminoácidos de cadeia ramificada (leucina, isoleucina e valina), importantes para a produção das fibras musculares.

Os prós e os contras do whey protein (imagem: Istock)

Entre os benefícios: ajuda a acelerar e recuperar a musculatura, pois durante o treino, os músculos sofrem pequenas lesões que logo melhoram com o consumo da proteína.


Por isso, é mais indicado tomar após os exercícios. Mas não precisa ser de imediato como muitos acreditam, há vários estudos comprovando que não tem necessidade de consumir até 30 minutos o whey.


Você pode tomar o suplemento no lanche ou até no jantar, por exemplo.


E para entender como funciona, vou te explicar: quando a proteína entra no organismo, ela é quebrada por meio das enzimas, transformando em aminoácidos.


De acordo com os nutricionistas o nosso corpo precisa de 1 a 1,4 gramas de proteína por quilo de peso. Mais do que isso, é exagero.


Agora tudo depende do estilo de vida, do treino e da alimentação de cada pessoa.

O consumo excessivo de whey protein só é benéfico para atletas que treinam pesado.


É preciso lembrar que o consumo de ovo, carne, frango, e lácteos são ricos em proteína. Por isso, não pode ter exageros ao consumir o whey.


E para quem pensa que o whey é composto apenas por proteína, está enganada, ele contém carboidratos e gordura. O produto pode ser encontrado em versões em pó ou em barrinhas.


A maior parte do whey é composta por uma proteína geralmente extraída do soro do leite. Mas, há diversos suplementos de proteína feito com soja também.

Quem pretende consumir o suplemento deve procurar sempre um médico ou nutricionista antes para saber como está a saúde.


Porém, a grande questão é que o whey protein é vendido sem receita. E com toda essa facilidade para comprar, muitas pessoas consomem o suplemento de forma exagerada, e terminam sobrecarregando os rins, um dos órgãos mais afetados.


Os tipos de whey:


  • Concentrado

É conservado os carboidratos, tem maior presença da lactose, gorduras e minerais. O teor de proteína nesse caso, é menor.

  • Isolado O suplemento é mais puro, tem cerca de 90% de proteína, e pouco teor de gordura e carboidratos.


  • Hidrolisado Costuma concentrar 80% de proteínas, passa pelo um processo de quebra das moléculas, além disso, tem melhor absorção.


O suplemento faz mal à saúde?

Assim como tudo na vida é preciso equilíbrio, e com os suplementos não é diferente. O consumo exagerado de whey protein pode prejudicar os rins e o fígado. Além de trazer outras complicações, como por exemplo, acne e inchaço.


Em relação ao rins, o consumo excessivo do whey sobrecarrega o órgão e pode surgir pedra nos rins ou até casos mais graves como insuficiência renal. É preciso tomar cuidado para não exagerar na dose, que pode ser até 2 gramas por quilo.


E só para você ter ideia, uma medida da proteína que vem no produto tem em torno de 25 a 30 gramas, bem maior que o recomendado.


Acne

Segundo os nutricionistas pessoas de pele oleosa e que tem predisposição a ter acne, devem evitar o whey protein, pois ele pode piorar a inflamação.


A explicação é simples: há uma concentração maior da proteína do leite no whey. Mas, nem tudo estar perdido.


Hoje em dia há diversos suplementos que não contém leite, nem lactose, e também ajudam a ganhar massa muscular. Você encontra esses produtos nas principais lojas naturais.


Inchaço O consumo exagerado de proteína pode reter líquido e causar inchaço no corpo. Há quem acredite que esse inchaço é decorrente do músculo que está crescendo por causa do suplemento.


Mas, é preciso ficar atenta, pois em muitos casos pode ser os rins dando sinais de alerta. Notou algo diferente? Pare de usar o whey e procure um médico ou nutricionista. E não tome nada por conta própria, pode fazer mal a sua saúde.

Gostou deste post? Então, compartilha!

 © 2020. NUTRIDAS. Todos os direitos reservados.
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram