Saiba porque as dietas da moda não funcionam

Já notou que a cada dia surge um novo tipo dieta para perder peso, e muitas delas prometem “milagres.” Por exemplo, emagreça 5 quilos em duas semanas. Sinceramente, isso não faz o menor sentido.


Do outro lado, há diversas pesquisas cientificas demostrando que aumentou o número de pessoas obesas. A conclusão disso: talvez ninguém esteja nem aí para dietas ou elas de fato não funcionam. Eis a dúvida.

Saiba porque as dietas da moda não funcionam

E a resposta é simples, dietas da moda só serve por curto tempo e ainda prejudicam a saúde. Para entender melhor o porquê precisamos saber onde estamos errando e porque engordamos.


Será que tem a ver com a genética, com os hábitos de vida, com o sedentarismo e os alimentos industrializados? Sim, é isso mesmo, todos eles influenciam o peso.


E já percebeu também que hoje em dia tudo é motivo para comer, não que eu não goste, por favor, amo comida. O problema é o exagero nas porções, e o sentimento de culpa depois.


Com a vida moderna facilitou ainda mais a nossa relação com a comida, com apenas um clique pedimos o que quiser, e em poucas horas chega na nossa casa.


Claro que isso não justifica o aumento da obesidade, até porque há outros fatores que fazem a pessoa engordar.


Atualmente vivemos em uma era de aceitação feminina, acho isso excelente e é um marco importante na nossa história. Aos poucos vamos quebrando as barreiras da sociedade que impõe perfeições e padrões inatingíveis à mulher.


Mas a grande questão não é só pela estética, mas principalmente pela à saúde. Se a mulher tem uma vida saudável, tudo bem. Porém, se não tiver, aí sim, é preciso cuidar.


E às vezes na busca para perder peso, muitas delas recorrem a dietas malucas e se frustram pois esses tipos de dieta não funcionam ao longo prazo.


A culpa é dos carboidratos?

Logo, os carboidratos viram alvo e muitas pessoas sai cortando eles da alimentação, porque acreditam que são os grandes vilões.


De fato são, mas só se houver exageros. Com equilíbrio não há problema algum, até porque eles são importantes na alimentação, além de serem fontes de energia para o corpo.


Para emagrecer o certo é fazer uma reeducação alimentar, cortar alguns alimentos ruins, como por exemplo, os industrializados.


Existem as dietas como: low carb, cetogênica e paleo, todas elas restringem os carboidratos. Tem como objetivo ajudar a perder peso, mas antes de começar, o ideal é passar por uma avaliação nutricional.


Nada de copiar ninguém, nem muito menos fazer nada por conta própria.


Até porque como já citei os carboidratos não são vilões, o problema é que as pessoas exageram ao consumir eles. Os carboidratos são necessário para o nosso corpo, são fontes de energia e ajuda no ganho da massa muscular.


Já notou que pessoas que emagrecem rápido demais ficam flácidas? Um dos motivos é a perda da massa muscular.


Glúten

Além do temido carboidrato outro que entrou na lista dos vilões, foi o glúten. Eu, particularmente tirei ele da minha vida há anos, porque desenvolvi uma sensibilidade a proteína.


Mas se você não tem nenhum problema com o glúten, como por exemplo, a doença celíaca, não há necessidade de tirar ele da alimentação.


O que acontece hoje em dia é que muita gente tirou o glúten do cardápio no intuito de emagrecer. E de fato perdem peso.


Mas vamos combinar às vezes não é pelo simples fato de ter tirado a proteína da alimentação, mas porque consumia ela demais, no café da manhã, no almoço e no jantar. Lembre-se com equilíbrio tudo é permitido.


E o jejum, hein?

É claro que jejuar ajuda a perder peso, pois você não está comendo nada. Mas, será que isso faz bem a saúde? Há quem diga que sim, já outros torcem o nariz para essa prática.


Eu sinceramente não gosto de jejum, quando preciso ficar para fazer algum exame, é um tormento.


Há quem diga que jejuar ajuda a eliminar as toxinas do corpo, ok, mas o fígado e o rins já fazem isso muito bem e o tempo todo.


Por esse mesmo motivo, outro tipo de dieta que tem ganhado atenção é o jejum intermitente. Em meio a isso, a Associação Brasileira de Nutrição é contra esse tipo de dieta pois eles alegam que pode causar nas pessoas a diabetes tipo 2.


Bom senso sempre

A melhor forma é ter equilíbrio, não siga dietas malucas, que emagrecer com resultados reais e sem afetar sua saúde, busque orientação de uma nutricionista.


E em relação aos alimentos coma tudo com bom senso, sem exageros, evite produtos industrializados pois eles contêm corantes, açúcar demais e gorduras trans que fazem muito mal à saúde, e ainda engorda.


Consuma frutas, vegetais, legumes, oleaginosas, carnes magras, peixe, ovo e frango. Faça exercícios diariamente, escolha uma atividade que se identifique, pode ser o que quiser: dança, caminhada, corrida, musculação, boxe, futebol, pedalar, nadar.


Modalidades não faltam, para todos os gostos e estilos.

Gostou deste post? Então, compartilha com os amigos!

 © 2020. NUTRIDAS. Todos os direitos reservados.
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram