© 2020. NUTRIDAS. Todos os direitos reservados.
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Um guia completo sobre as principais dores no joelho

A dor no joelho é uma das maiores reclamações de atletas, malhadores e pessoas sedentárias.


E ele dói por diversos motivos, vou falar de cada uma das principais dores neste post, continue lendo.


Mas, antes é preciso entender que cada parte da nossa articulação é importante, se algo não vai bem, o corpo envia sinais de alerta. E os primeiros sintomas, são as dores.


Uma das articulações responsáveis pela sustentação do nosso corpo, e que mais sofrem impacto, são os joelhos.

Um guia completo sobre as principais dores nos joelhos

Além de nos manter em equilíbrio, suas características são promover flexibilidade, força e estabilidade para andar, correr, saltar, virar e agachar.


Os joelhos compõe um sistema complexo de ossos (patela, fêmur e tíbia) e os ligamentos, a cartilagem e os meniscos.


E cada um tem suas particularidades. As estruturas musculares por volta do joelho garante o equilíbrio entre os ossos, tendões e músculos. Já os meniscos absolvem todo o impacto, e a cartilagem impede a questão do atrito.


As queixas mais comuns são:

Luxações, tendinite, bursite, condromalácia, artrite reumatoide e artrose.


Quem tem ou teve lesão no joelho sabe o quanto é chato, e eu sou prova disso. Em 2013, fui diagnosticada com condromalácia, uma lesão na cartilagem.


E há diversas causas: desde movimentos repetitivos, excesso de atividade física sem orientação, desbalanceamento de forças entre os músculos que estabilizam e promovem o alinhamento da patela na articulação, genética, entre outros.


No meu caso foi por sobrecarga, eu fazia muitos exercícios de forma errada, e sem acompanhamento de um profissional.


Lembro que colocava muito peso na academia, além do limite, e mal conseguia levantar. Fiz fisioterapia, acupuntura, tomei remédios, fiz pilates.


E hoje não estou cem por cento curada, pois a condromalácia não tem cura. Mas, não sinto mais dores, só quando eu faço algum esforço.


Segundo os especialistas as mulheres são as que mais sofrem com o desgaste da cartilagem, porque há uma angulação maior entre o joelho e o fêmur.


Confira agora os principais motivos das dores no joelho:


Sobrecarga

Fazer atividade física é fundamental para ter uma vida saudável. Porém, em excesso também prejudica, é preciso ter equilíbrio.


Em nome da vaidade às vezes cometemos mil loucuras em busca de um corpo “perfeito”. E o resultado de todo esse exagero, pode ser um corpo sarado. Mas que pode vim acompanhado de uma lesão no joelho.


O ideal é ter paciência, malhar de forma consciente e buscar sempre a orientação de um profissional.


Efeitos do tempo

Os problemas mais comuns nos joelhos em relação à idade, são os desgastes e os processos degenerativos. As cartilagens vão sofrendo uma deterioração que pode levar a casos de artrose (desgaste da cartilagem).


Entretanto, isso não significa que todas as pessoas podem desenvolver a doença, tudo depende do estilo de vida de cada um.


Conheço mulheres acima de 60 anos que não tem nada no joelho. Como não podemos parar o tempo é preciso se aliar a ele, fazendo atividade física.


Mantendo uma alimentação equilibrada rica em vitamina D, cálcio e colágeno, que são nutrientes importantes para os ossos, tendões e meniscos.

Exercícios físicos são grandes aliados para dores no joelho

Obesidade

Estar acima do peso traz diversas complicações para a saúde, principalmente para os joelhos, porque causa muita sobrecarga na região.


De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, duas em cada 3 pessoas obesas tem artrose no joelho.


E a pesquisa não serve de alerta apenas para as americanas, as brasileiras estão no mesmo caminho.


A melhor alternativa é procurar ajuda de uma nutricionista para emagrecer, ir ao ortopedista conversar sobre os desconfortos nos joelhos.


E assim que o especialista liberar para fazer exercícios, escolher uma atividade física que se identifique e praticar diariamente.


Sedentarismo

Outro fator de risco para a saúde dos joelhos, que pode prejudicar tanto quanto o excesso, é ser sedentário.


Praticar atividade física ajuda a fortalecer a musculatura da articulação, e com isso, os joelhos ficam mais fortes e resistentes a lesões.


Traumas

Você sabe porque os atletas têm tantas complicações no joelho? De acordo com os especialistas o joelho é uma articulação dinâmica e há diversas possibilidade a lesões.

Esportes como: futebol, basquete, vôlei, corrida e salto ornamentais são atividades de muito impacto no qual pode resultar em danos.


Outra questão, é que além do atleta se machucar sozinho, ele também pode se lesionar pelo contato brusco com outros atletas.


Nesse caso, o tratamento incluí medicamentos, repouso e fisioterapia. E nos casos mais graves, quando se rompe o ligamento a solução é cirurgia.


Genética

Uma das coisas que não podemos nos livrar é a genética. Se sua avó, mãe ou tia tem algum problema na articulação, provavelmente você terá. Mas a boa notícia é que tem como prevenir.


A melhor alternativa é investir em exercícios, escolha algo que se identifique e comece a praticar o quanto antes, não espere a doença chegar para se cuidar.


Outro ponto fundamental é evitar o uso de salto alto, ele sobrecarrega demais os joelhos. Use apenas em ocasiões especiais, alguma festa por exemplo, no dia a dia prefira tênis e sapatos confortáveis.

Gostou deste post? Então, compartilha com os amigos!