Um guia completo sobre o pilates

Já percebeu que no mundo fitness a cada hora surge uma novidade? Foi assim com a corrida, com a aeróbica, e a musculação.


Atualmente, a atenção está voltada para o pilates. Desenvolvido pelo alemão Joseph Pilates durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), a modalidade caiu nas graças dos bailarinos.


Mas foi a partir dos anos 90 que se popularizou no mundo todo. E hoje é um fenômeno, atraindo milhões de adeptos em busca de uma vida mais saudável, inclusive eu.

Um guia completo sobre o pilates

E já dá para ver que o método veio para ficar, é só observar a quantidade de estúdios de pilates que existem por aí. Vários, tem a modalidade em todos os lugares, até nas academias de musculação.


O fato é que hoje em dia as pessoas estão se cuidando mais, dando mais importância aos exercícios físicos não apenas para manter a forma, mas, sobretudo, para ter qualidade de vida.


E muitas dessas pessoas procuram o pilates para isso, para tratar lesões, problemas posturais ou porque não gostam de atividades de alto impacto.


O pilates é considerado umas das atividades mais completas que existe, pois trabalha o corpo todo de forma global.


E é excelente tanto para o físico quanto para a mente:

  • traz bem-estar, combate o estresse e a ansiedade;

  • melhora a postura, a concentração;

  • fortalece os músculos, trata e previne lesões.


Não é à toa que é muito recomendado pelos ortopedistas, para corrigir problemas na coluna e nas articulações.


As celebridades também se renderam ao método, e ajudaram o pilates a se popularizar ainda mais. Entre elas, Isis Valverde, Luciana Gimenez e Angélica.

E hoje em dia há diversas pessoas praticando o pilates: crianças, adolescentes, adultos, grávidas e idosos.


Os exercícios são todos focados nos objetivos do aluno, tanto para o tratamento em caso de alguma lesão, quanto para o condicionamento físico.

As aulas são dinâmicas, desafiadoras e trazem estímulo para o praticante. Outra motivo para a prática ser tão bem sucedida envolve o “centro de força” denominado (power house).


Calma, que eu vou explicar melhor, o termo define a região central do corpo: músculos da coluna, do quadril, das pernas e do abdômen.


Eles são flexores e extensores da coluna e do quadril, portanto, fortalecer essas regiões é fundamental para a sustentação do corpo.


Confira agora algumas indicações do pilates:


Dor lombar

Ajuda no alinhamento da coluna, fortalece a região e melhora a postura.


Fibromialgia

Uma excelente alternativa de relaxamento com exercícios, além do alongamento no qual melhora a dor causada pela síndrome.


Câncer

Contribuem para a recuperação dos movimentos e a flexibilidade de áreas afetadas pela enfermidade.


Atletas O método trabalha o corpo todo. Sendo assim, o atleta ganha mais agilidade, resistência, força muscular e mobilidade no qual ajuda a prevenir lesões.


E a escolha do profissional?

Depende do seu objetivo, se a sua intenção é a parte fitness tanto o educador físico quanto o fisioterapeuta podem ajudar.


Busque sempre informações de quem vai te auxiliar, pesquise e converse com pessoas que praticam o pilates.


Porém, se você está procurando por reabilitação, o fisioterapeuta é o especialista que vai te orientar, geralmente são os médicos que recomendam com um laudo explicado o problema, as limitações e os objetivos.


E qual é o melhor solo pilates ou de estúdio?

Muita gente tem essa dúvida, porque no pilates há duas versões da modalidade.

Cada uma tem as suas características, tanto o estúdio pilates quanto o solo pilates, fazem muito bem para o corpo.


Mas, vamos entender melhor como funciona cada atividade.


Estúdio pilates

São atividades realizadas por meio de equipamentos, por usar aparelhos ajuda na precisão e no controle das cargas.


Com isso, trabalha com grande intensidade os músculos, porém, vai depender do objetivo de cada um.


Se comparar com a musculação no qual são usados pesos, no pilates usa-se as molas que garante ao aluno vantagens como; fortalecimento e definição da musculatura.

Estúdio pilates

Além disso, promove outros benefícios como: postura equilíbrio, melhora da respiração, coordenação e consciência corporal.


Uma das vantagens do estúdio pilates é a quantidade de pessoas por turma, que são no mínimo 3 ou 4 alunos.


Dessa forma, o professor fica mais atento ao exercícios de cada um. Já em relação ao preço também há uma diferença, o pilates com aparelho o valor é um pouco maior, varia de R$150,00 a 200,00. Mas, garanto a você que vale cada centavo, até porque saúde não tem preço.


Solo Pilates

Já o solo pilates é mais focado na musculatura abdominal, embora outras partes do corpo sejam também exigidas.


Isso porque é fundamental fazer os exercícios com o abdômen contraindo para não afetar a coluna.


As atividades no solo exigem mais esforço de cada aluno, há uma classificação de acordo com o desempenho de cada praticante: básicas, intermediárias e avançadas.


De acordo com as necessidades e o tempo de cada um, sempre respeitando os limites, a idade e o grau das lesões se a pessoa tiver.


O mat pilates também como é conhecido, além se realizados em estúdios podem também ser feitos nas academias, com uma quantidade de turmas maior.


Geralmente quem supervisiona é um educador físico. Na modalidade se usa colchonete, acessórios como bolas suíças, faixas elásticas, entre outros.


O pilates no solo o preço é menor do que no equipamentos, os valores são de R$80,00 a R$100,00. Uma coisa é certa ambos trabalha o corpo de forma global e trazem benefícios a saúde.


Agora que você já sabe tudo sobre o pilates, motivos não vai faltar para começar a praticar a modalidade. Experimenta, tenho certeza que vai amar.

Gostou deste post? Então, compartilha com os amigos!

 © 2020. NUTRIDAS. Todos os direitos reservados.
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram