• Wix Facebook page
  • Wix Twitter page

Quando o sono não vem

15.09.2017

Dormir bem é fundamental para nos manter saudáveis e com energia. Além disso, horas de sono proporciona mais qualidade de vida, melhora o metabolismo, o raciocínio e a longevidade. Os especialistas sugerem que as pessoas durmam no mínimo 8 horas por dia. Mas porque temos sono? Pelo simples fato de ser um mecanismo natural do relógio biológico, que é ajustado num ciclo de 24 horas.

E um dos responsáveis é a melatonina (hormônio) que é produzido no cérebro através da glândula pineal. Dessa forma, assim que o sol vai embora, o organismo entende que já é hora para dormir. Logo, a temperatura e a nossa pressão arterial cai, e é nessa fase, que sentimos um efeito sonolento. Entretanto, muita gente tem dificuldade para dormir. Segundo os especialistas existem diversos distúrbios do sono no qual é detectado através da polissonografia – um exame em que o indivíduo passa o período da noite em um laboratório com alguns fios pelo o corpo. O objetivo é avaliar quais problemas está afetando a qualidade do sono deles.

 

 Entre uma das complicações que mais afeta mulheres e homens no mundo todo é a insônia, que passa por três estágios; transitória, de curto prazo e longo prazo. Na transitória pode se manifestar em qualquer pessoa, geralmente pode surgir por questões relacionadas a ansiedade. Com a crise financeira em que estamos vivendo, aumentou o índice de pessoas com a patologia. Já na insônia de curto prazo, pode durar semanas e tem a ver com situações de traumas e estresse. A de longo prazo é uma das mais sérias, pois dura de meses a anos. Logo, é considerada uma doença crônica.

 

Os médicos afirmam que as três complicações tem tratamento e cura. Por vezes o que ocorre é que muita gente não proporciona um ambiente relaxante na hora de dormir. Cama é lugar para descansar, e a maioria das pessoas atualmente passa horas assistindo TV, no computador, tablet e celular jogando, navegando na web e nas redes sociais. Sendo assim, toda essa luminosidade da tela atrapalha o sono.

 

Por isso, para não sofrer desse mal, adote hábitos saudáveis, reserve algumas horas para ficar no celular, não faça isso perto de dormir, pois ao longo prazo, se você não se policiar certamente terá uma serie de complicações ao longo da vida. Para quem sofre com a insônia a dica é jamais se automedicar, procure sempre um médico. Lembre-se o remédio que serviu para uma amiga, pode não servir para você!

 

Adote medidas relaxantes, desligue a televisão, diminua a luz do quarto, veja se o colchão e o travesseiro está em ordem, pois muitas vezes a culpa pode estar relacionadas com a qualidade deles. Tome um banho morno, faça uma massagem nos pés, ouça uma música tranquila, fique em off, desligue todos os aparelhos digitais e relaxe. Se mesmo assim o sono não chegar, leia um livro, tome um chá calmante e repouse.

 

Até o próximo post.

 

 

 

Please reload