• Wix Facebook page
  • Wix Twitter page

5 hábitos alimentares que ajudam a emagrecer

04.12.2017

 Para perder peso e manter a forma é preciso incluir na rotina novos hábitos alimentares. E isso significa retirar alguns alimentos que fazem mal e mudar os costumes à mesa. Parece simples, mas muita gente tem dificuldade para emagrecer por causa disso. 
 

Segundo pesquisa realizada pela Proteste, Associação dos Consumidores, em agosto deste ano (2017), 80% dos brasileiros querem mudar os hábitos alimentares. O estudo revelou que a maioria das pessoas encontram alguns obstáculos como por exemplo, dinheiro, tempo, preguiça e falta de planejamento. 

 

Muitos tem a plena consciência que precisam variar a alimentação para ter mais saúde e qualidade de vida. Os dados foram analisados com homens e mulheres entre 18 a 74 anos e constatou que os jovens são os que mais se alimentam mal.

 

Se você quer emagrecer este ano, o Nutridas separou algumas dicas sobre mudança de hábitos, confira:

 

1- Planeje sua rotina

Não tem outra maneira para emagrecer e manter a forma do que ter foco, e organizar a mente. A mudança não será do dia para a noite, mas você se policiando certamente ela irá vira um hábito.

 

Por isso, comece escolhendo alimentos saudáveis: frutas, verduras, legumes, oleaginosas e cereais integrais. De acordo com os nutricionistas fazer substituições é uma maneira inteligente de mudar os hábitos, um exemplo, é trocar o leite e os derivados integrais pelo desnatado.

 

E nada de falar que não tem tempo, priorize sua saúde, aos domingos prepare as porções e congele, isso ajuda a facilitar sua semana.

 

2- Não pule o café da manhã

Com a correria do dia a dia, muitas vezes as pessoas saem de casa sem comer nada ou não sentem apetite nesse horário. Quando bate aquela fome terminam se alimentando de besteiras, resultado engordam e ficam nesse ciclo vicioso.

 

Uma dica para quem vive com pressa, é ter mais organização, selecione para o seu café da manhã alimentos saudáveis, esqueça: pão refinados, queijos amarelos, bolos, bolachas, manteiga, requeijão, gorduras e frituras. 

 

Acorde um pouco mais cedo para se alimentar bem, evite levantar em cima da hora. Para quem acorda sem fome, quando for sair de casa leve frutas, um sanduíche de pão integral com queijo branco sem sal ou peito de peru e iogurte desnatado sem açúcar.

 

De acordo com os nutricionistas o café da manhã é a refeição mais importante do dia. 

3- Tome água

Água é uma grande aliada da saúde, e da dieta. Por isso, ao acordar tenha o hábito de tomar água, tome também próximo ao almoço, à tarde e perto do jantar. Não espere sentir sede para tomar água, pois isso pode ser um sinal de desidratação.

 

4- Coma devagar

Já citei aqui no blog a importância de mastigar bem os alimentos e comer sem distrações: celular, TV, computador e conversas paralelas. Alimentação é hora sagrada, os orientais sabem bem desse costume, já os brasileiros estão sempre correndo e quando param para comer não relaxam e apreciam o momento.

 

Quanto mais a pessoa mastiga os alimentos, é melhor para a digestão e traz saciedade. Isto é, você vai ficar satisfeita e não irá repetir o prato.

 

5- Jante até às 20h

Essa dica vale ouro, se no café da manhã e no almoço você precisa comer bem, no jantar é importante ter equilíbrio. Os nutricionistas recomendam se alimentar duas horas antes de dormir, sempre com opções leves: sopas, omeletes, tapioca, saladas e carnes magras grelhadas.

 

O ideal é comer até às 20h, pois à noite o metabolismo desacelera, logo, não há gasto calórico – portanto se você comer demais vai engordar. Quem larga após às 22h do trabalho, do curso ou da faculdade, a dica é sempre levar lanchinhos saudáveis na bolsa, para não chegar em casa com muita fome e exagerar. 

Até o próximo post

Please reload