• Wix Facebook page
  • Wix Twitter page

Alimentação nutritiva para o inverno

30.04.2018

No Brasil o inverno oficialmente só começa em junho. Mas, em algumas cidades o tempo já esfriou. E a chegada da estação mais fria do ano exige alguns cuidados específicos com a saúde. Nesta época, o ar se torna mais seco, facilitando a proliferação de vírus e bactérias.

 

Além disso, a baixa umidade atrapalha a eliminação do catarro, ficar muito tempo em lugares fechados com muita gente também é um fator de risco para as doenças respiratórias. Entre as complicações: gripe, resfriado, rinite, amidalite, sinusite, bronquite, asma e pneumonia.

Foto: Pixabay 

A maioria dessas doenças são transmitidas por contato direto. Por isso, é preciso ter consciência quando estiver doente, cobrir o nariz e a boca na hora que for espirrar ou tossir, pois milhares de vírus são expelidos no ar.

Outro cuidado é lavar sempre as mãos para evitar se contaminar, separar objetos contaminados também é importante. 

 

Bom, agora que você já sabe como se prevenir, que tal apostar em uma alimentação nutritiva para manter sua imunidade tinido? Até porque uma dieta preventiva tem o poder de espantar essas doenças respiratórias. Para começar vamos falar da importância da vitamina C, ela é imprescindível para a saúde, além dela tem também o zinco um mineral poderoso no qual faz muito bem para o sistema imunológico. Juntos eles atuam na prevenção de gripes e resfriados.

 

Se você quer ficar longe dessas doenças no inverno, o seu cardápio não pode faltar frutas como:

 

Acerola, limão, laranja, kiwi, morango, goiaba, caju, manga, abacaxi e melão. Já entre os vegetais e legumes estão: pimentão amarelo, tomate, cebola, alho, espinafre, repolho, rúcula, agrião, couve-de-bruxelas e brócolis. Como os problemas respiratórios são mais frequentes no inverno ter uma alimentação funcional é muito importante, para proteger o organismo contra infecções. 

 

Não esquecer de tomar bastante líquido para hidratar as mucosas. Consumir com moderação carboidratos refinados e doces em geral. As saladas são ótimas opções no inverno, porque são leves, refrescantes e nutritivas. Mas a queridinha da estação mais fria do ano são as sopas, e dá para fazer de todo tipo; com frango, carne, peixe, feijão, mandioca, legumes, entre outras é só usar a criatividade.

 

Porém, dê preferência sempre por versões mais leves, nada de abusar dos molhos gordurosos, creme de leite e sal. Muita gente para se aquecer nesse friozinho abusa dos vinhos, cuidado! Tomar uma taça uma vez ou outra tudo bem, até porque ninguém é de ferro. Mas tudo com equilíbrio.

 

Outra dica são os chás naturais, sem ser aqueles de caixinha. Entre as opções: erva- doce, camomila, hibisco, agrião, casca de maçã, abacaxi e maracujá. Em qualquer período do ano é importante ter uma alimentação saudável, rica em nutrientes, tomar bastante líquido, evitar o consumo excessivo de doces, massas e sódio. 

Artigos relacionados:

 

Os perigos do sal na alimentação

 

4 dicas para não cair no sedentarismo no inverno

 

 

Please reload