• Wix Facebook page
  • Wix Twitter page

16 maus hábitos que causam gastrite

24.07.2018

Estresse, ansiedade, cigarro, bebidas alcoólicas e má alimentação são os principais responsáveis pela gastrite – inflamação na mucosa do estômago. Os sintomas são: dor, estufamento, queimação, náusea e vômito. Além disso, há outros motivos para o surgimento da doença, a presença da bactéria Helicobacter pylori.

Foto: Pixabay 

Confira as 16 principais dicas de como evitar a gastrite:

 

1- Coma a cada três horas, jamais fique muito tempo sem se alimentar, essa atitude evita a produção de suco gástrico no estômago. Em relação ao jejum intermitente, é preciso buscar orientação, pois ele não serve para todo mundo.

 

2- Evite o consumo excessivo de frituras, gorduras e carne vermelha, elas são difíceis de ser digeridas.

 

3- Mastigue devagar, nada de comer com pressa.

 

4- Evite comida quente, elas agridem a mucosa do estômago.

 

5- Não use condimentos fortes e pimentas. Prefira temperos naturais (alho, salsa, manjericão e coentro).

 

6- Evite tomar líquidos durante as refeições, espere 20 minutos para ingerir alguma coisa. 

 

7- O cigarro é um veneno para a saúde, além de trazer uma série de complicações, inflamam o estômago. As substâncias tóxicas presentes no tabaco agridem a mucosa do estômago

 

8- As bebidas alcoólicas são outras armadilhas contra a saúde. Evite o consumo excessivo, porque assim como o cigarro, elas também inflamam o estômago.

 

9- Frutas ácidas como: abacaxi, laranja, limão, kiwi e morango, devem ser evitadas principalmente para quem já tem a doença.

 

10- Todos os enlatados e industrializados devem ser eliminados do cardápio, isso incluem (molho de tomate, ketchup, mostarda, molho inglês, maionese, requeijão, azeitona, ervilha e milho em conserva).

 

11- Para os fãs de chocolate, café, refrigerante e chá mate, cuidado com o consumo excessivo, quem tem a doença, evite.

 

12- Corte os doces – o açúcar é inimigo número 1 das inflamações.

 

13- Cebola, tomate, pimentão, repolho e brócolis precisam ser evitados.

 

14- As oleaginosas; castanhas, amendoim, avelã, nozes e pistache devem ser banidas, principalmente quem tem gastrite.

 

15- Procure relaxar sempre que possível, o estresse e a ansiedade agridem a mucosa do estômago. Há pessoas que se alimentam bem, não ingerem bebidas alcoólicas, não fumam, mas tem gastrite porque são nervosas e tensas. Então, nada vai adiantar você ter todos os cuidados físicos, e não se preocupar com o seu emocional.

 

16- Não consuma alimentos em barraquinhas, você não sabe como é a higiene desses locais. Muitas vezes a pessoa pode adquiri uma bactéria por conta de maus hábitos na rua. Cuidados com alguns remédios, eles agridem o estômago. Portanto, não tome medicamento por conta própria, evite ao máximo. E se precisar tomar, consuma algum alimento antes, nunca em jejum.

 

Gastrite tem cura?

Com algumas mudanças nos hábitos e na alimentação o seu estômago vai estar saudável. Para quem tem a doença é preciso se policiar evitando os alimentos que prejudicam a inflamação. Se você começou a sentir algum dos sintomas, vá ao um gastroenterologista (médico especialista) ele irá avaliar através de exames, um deles é a endoscopia que mostra toda mucosa do estômago.

 

Depois do diagnóstico se dê positivo, o médico vai passar medicamentos específicos para tratar o problema, além da dieta e mudanças na rotina. Em 90% dos casos a gastrite tem cura sim, mas é necessário mudar alguns hábitos, inclusive os alimentares. 

Artigos relacionados:

 

Os malefícios da gordura trans para a saúde

 

4 razões para abandonar o açúcar do cardápio 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload